Pular para o conteúdo
Início » Blog » Saiba Quais São Os Cuidados Na Compra Do Primeiro Veículo!

Saiba Quais São Os Cuidados Na Compra Do Primeiro Veículo!

Saiba Quais São Os Cuidados Na Compra Do Primeiro Veículo!

A compra do primeiro veículo é o grande objetivo de muitas pessoas, mas também pode ser um grande desafio. Para aproveitar o máximo possível desse momento, é essencial ficar atento quanto a alguns detalhes.

Além do planejamento financeiro e definir o orçamento, o ideal é pesquisar por modelos que estejam de acordo com o que você deseja.

Neste conteúdo, iremos mostrar a você alguns dos pontos que você deverá analisar quando for comprar o seu primeiro carro. Continue lendo para saber mais sobre o assunto!

Compra do primeiro veículo: cuidados que você precisa ter

Compra do primeiro veículo: cuidados que você precisa terA compra do primeiro veículo é um processo delicado e que exige um pouco de paciência. Por mais que esteja ansioso para dirigir o seu primeiro carro, é preciso ir com cuidado para não tornar este sonho em um verdadeiro pesadelo que poderá te atormentar por anos.

Portanto, confira logo abaixo algumas dicas que poderão ajudá-lo durante esse momento tão importante!

  1. Defina um orçamento para a compra

Na hora de planejar a compra do primeiro veículo, não esqueça de priorizar as suas finanças pessoais! Para criar um orçamento, você pode avaliar a sua situação financeira e ver o quanto poderá reservar sem afetar suas finanças.

Você pode economizar dinheiro para comprar o carro à vista ou então se programar para fazer um financiamento. No segundo caso, certifique-se que o valor das parcelas esteja dentro de seu orçamento.

  1. Pesquise por modelos de carro compatíveis

Uma das etapas mais importantes na hora de comprar um carro é pesquisar por modelos que sejam de acordo com o seu orçamento. Há uma série de veículos diferentes no mercado, das mais variadas faixas de preço e montadoras.

Portanto, estipule o valor máximo que pretende gastar e procure por modelos de carro que estejam de acordo. Um método para acertar em sua escolha é fazer uma lista dos itens que, para você, são indispensáveis em um veículo, tais como:

  • Tamanho do porta-malas;
  • Consumo de combustível;
  • Dispositivos de segurança;
  • Ar-condicionado;
  • Alarme;
  • Travas elétricas;
  • Direção Hidráulica;
  • Custos de manutenção;
  • Material dos bancos;
  • Sistema de som;
  • Entre outros.
  1. Saiba quanto custa manter o veículo

Outro fator que é importante atentar-se mesmo antes de comprar o seu veículo é saber quais são os custos para mantê-lo. Afinal, para quem nunca teve um veículo, é normal que não saiba quais são os custos que envolvem um bem desse tipo.

Sendo assim, para evitar imprevistos e não prejudicar as suas finanças devido aos custos que você não considerou, faça uma pesquisa sobre os mais comuns. Entre eles é possível destacar:

  • Consumo médio de combustível na cidade e estrada;
  • Manutenção preventiva;
  • Impostos, como IPVA e seguro obrigatório;
  • Estacionamento, caso não tenha garagem;
  • Seguro;
  • Entre outros.

Para ter uma boa experiência de compra, faça uma reserva financeira para situações de emergência. Esse fundo precisa ter, no mínimo, o equivalente a seis meses do valor de suas despesas mensais.

Pode acreditar, isso irá salvá-lo caso ocorra algum gasto inesperado com o seu carro, como uma batida ou até mesmo problemas mecânicos.

Importante saber: Manutenção Preventiva: Saiba Como Cuidar Do Seu Veículo

  1. Faça uma análise sobre os custos de manutenção

Ao escolher o primeiro carro que deseja comprar, é importante considerar uma série de fatores. Além do valor do carro em si, é também preciso levar em conta os seus gastos mensais e custos de manutenção.

Manter o carro em dia é crucial para evitar que o veículo sofra com problemas na mecânica, além de garantir a segurança sua e da sua família. Sendo assim, antes de escolher qual modelo deseja, pesquise e analise quais são os custos de manutenção do veículo.

Pois, existem modelos com custos de manutenção mais elevados, enquanto outros são mais em conta. Coloque na ponta do lápis todos os custos que terá, independentemente de algum problema mecânico, tais como:

  • Revisão anual;
  • Check-up periódico de pneus e do óleo;
  • Entre outros.

Além disso, também vale a pena analisar a rede credenciada da montadora do modelo que deseja. Verifique se há alguma concessionária próxima de onde você mora, qual o valor que cobra pela revisão, como funciona a garantia, entre outros fatores relacionados às despesas de manutenção.

  1. Problemas ocultos

Problemas ocultosNão é incomum que alguns problemas nos veículos só surgem após alguns dias de uso, como falhas de motor, direção ou suspensão. Sendo assim, o ideal é ficar atento quanto ao comportamento do veículo, para identificar quaisquer ruídos estranhos.

Caso perceba algo fora do normal, leve o veículo até a concessionária e caso seja um defeito de fabricação ou de desgaste prematuro, a garantia cobre o conserto. Segundo o Código de Defesa do Consumidor, o conserto deve ser feito em até 30 dias após a apresentação da reclamação.

  1. Falta de seguro

Ao comprar o seu carro, a primeira coisa que você deve fazer antes mesmo de tirar o carro da concessionária, é o seguro! A partir do momento que você sai da loja com o carro, está sujeito a sofrer com batidas ou outros acidentes que podem prejudicar o veículo.

  1. Caso de arrependimento

Após comprar o carro e andar com ele por aí, saiba que você não poderá devolvê-lo se não tiver gostado, apenas se o veículo tiver algum defeito oculto irreparável. Segundo a legislação, a compra feita na loja não dá direito ao arrependimento.

Com isso em mente, pergunte o máximo possível sobre o veículo e faça um test drive, para garantir que irá se adaptar. Você também pode ler avaliações de outros compradores na Internet e em revistas especializadas, conversar com amigos que dirijam o mesmo modelo e pedir o feedback.

Isso porque, ao sair da concessionária, o veículo já tem uma desvalorização de 10% e 15% do valor de tabela. Só compre caso estiver 100% convicto de que é a escolha certa.

  1. Referências prévias

Você também pode checar as montadoras do veículo, assim como o histórico das concessionárias que a representam. Mesmo que, hoje em dia, a maior parte das montadoras possuam um padrão de excelência elevado, existem as que dão tratamento especial para os carros que produzem.

Por exemplo, algumas montadoras envelopam as carretas de transporte dos veículos, evitando que a lataria do veículo sofra danos durante o transporte até a concessionária.

Porém, mesmo que siga todos os padrões estabelecidos pelas montadoras, é possível que as concessionárias apresentem uma variação na qualidade do atendimento e nos cuidados com os veículos.

Por esse motivo, conhecer o histórico da empresa é importante. Você pode pesquisar o nome na internet e conversar com outras pessoas que já fizeram negócios com essa empresa.

Não esqueça de dar preferência para uma concessionária que tenha as melhores referências no mercado.

  1. Descubra opções e formas de pagamento

Após escolher o modelo de carro que deseja, outro fator essencial é verificar quais são as opções e formas de pagamento disponíveis. Muitos recorrem ao financiamento, enquanto outros preferem juntar a quantia para comprar à vista.

Além da opção de pagamento, você também deve atentar-se quanto às formas disponíveis. Isto é, se escolheu financiar o carro, verifique quais são as quantidades de parcelas e as taxas que são cobradas pela administradora.

É importante que o valor mensal se encaixe dentro do seu orçamento, para evitar que você tenha problemas para quitar a dívida. De acordo com especialistas, o ideal é que o valor das parcelas não comprometa mais do que 30% das suas finanças.

Cuidados que você precisa ter na compra do primeiro veículo usado

Cuidados que você precisa ter na compra do primeiro veículo usadoSe tem a intenção de fazer a compra do seu primeiro veículo usado, então saiba que há alguns detalhes para ficar atento e não cair em armadilhas. Para aqueles que desejam economizar mais, comprar um veículo usado ou seminovo pode ser um ótimo negócio.

Afinal, a depreciação de um veículo usado tende a ser menor em comparação com um 0 km. Confira logo abaixo algumas dicas úteis para saber como comprar um carro usado!

Veja sobre: 6 Dicas De Como Realizar A Transferência na Compra De Veículo Usado!

  1. Faça o test drive antes da compra de veículo usado

Antes de fechar negócio, é crucial que você teste o produto, ou seja, faça um test drive no carro, da mesma forma que um veículo novo. Durante o teste, fique atento em relação a todos os detalhes.

Antes de começar o teste, o primeiro fator que você deverá observar, é se a manutenção do carro está em dia. Para isso, cheque o manual e os registros de revisão para entender se as peças foram avaliadas e trocadas durante o tempo de vida do carro.

E quando estiver dirigindo, fique atento se o volante trepida ou puxa para um dos lados. Também fique de olho quanto às passadas de marcha para ver se a caixa de câmbio se comporta de forma adequada.

Se for preciso, faça um teste maior do carro, para que você tenha uma ideia melhor de como funciona.

  1. Conheça algumas regras do mercado

A regra mais vital do mercado que você precisa conhecer é saber quais são os carros que ninguém deseja comprar. Dessa forma, você evita comprar um veículo difícil de vender e que sofrerá uma maior desvalorização, o que torna mais difícil quando você for trocar de carro.

A outra regra tem relação quanto ao valor do veículo. Isto é, quanto mais caro for, maior será sua depreciação. Portanto, você precisa estar disposto a perder durante o tempo que ficar com o carro.

Tenha em mente que os veículos que já saíram de linha perdem mais o seu valor, isso porque, são passíveis da falta de peças para manutenção. Portanto, evite comprar modelos antigos e que já não são mais fabricados, eles tendem a ser mais onerosos ao longo da sua vida útil.

  1. Dê preferência pela compra de carros de amigos ou de uma empresa especializada

Quando estiver em busca de um carro usado para comprar, dê preferência para veículos de lojas qualificadas e bem avaliadas por quem já comprou. Assim você ficará mais seguro e confiante em fechar negócio.

Outra opção é comprar um veículo de alguém que você já conhece. Por exemplo, se um amigo estiver vendendo um carro do jeito que você deseja, pode ser uma boa opção comprá-lo.

    1. Verifique a procedência do veículo

Um passo muito importante ao comprar é verificar a procedência do veículo. Para isso, peça por uma vistoria para inspecionar todas as questões legais, tais como:

  • Procedência;
  • Número de chassi;
  • Constatar se o veículo foi alvo de roubo, furto, danos ou leilão.

Como dito antes, o ideal é escolher lojas de confiança para comprar o carro, que possam fornecer garantia de motor e caixa de câmbio. Além disso, é crucial escolher por carros que não tenham sofrido batidas ou foram recuperados pelas seguradoras.

Para consultar e certificar-se das pendências, o comprador deverá fazer uma consulta veicular, para isso basta acessar o site Valida Carro, informando apenas a placa do veículo é possível ter todas as informações do veículo tais como infrações, débitos, restrições, leilão, ficha técnica entre outros. É válido ressaltar que tanto o parcelamento do licenciamento quanto do IPVA também impede de fazer a transferência do veículo.

Isso porque, esses carros perdem mais o seu valor no mercado, visto que já passaram por danos que, geralmente, não deixam o carro em perfeitas condições.

  1. Analise a conservação do carro

Caso a lataria do carro tenha muitas avarias, como arranhões, é preciso ter em mente que você terá que pagar para consertar, restaurando o brilho e a cor. Além disso, também é preciso analisar como está o estado de conservação geral do veículo, como:

  • Estado de conservação do estofamento interno;
  • Pneus;
  • Lataria;
  • Motor;
  • Entre outros itens que compõem o veículo.

Não se esqueça que, tudo o que você assumir como um pequeno problema, poderá se tornar um grande prejuízo no futuro. Por essa razão, ao comprar um carro usado, você precisa contar com o auxílio de profissionais qualificados.

Eles lhe darão o apoio e a garantia que você precisa para fazer uma boa compra. Peça a ajuda de um mecânico de confiança, para ele avaliar qual o estado do veículo e, se for preciso, trocar algumas peças, como:

  • Correia dentada;
  • Filtros e fluidos de freio;
  • Etc.

Conclusão

Saiba Quais São Os Cuidados Na Compra Do Primeiro Veículo!Viu só quais são os cuidados necessários ao fazer a compra do seu primeiro veículo? Agora que já sabe quais são as dicas mais importantes, você poderá fazer uma escolha mais assertiva para não se arrepender no futuro!

E caso este conteúdo tenha sido útil para você, não esqueça de compartilhar com os seus amigos e conferir outros posts como este em nosso blog!

Veja também: Conheça As 7 Melhores Opções De Veículos Até R$50 Mil

Marcações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *